sexta-feira, 31 de maio de 2013

Festa Junina – Brazilian June Party

Banner-Site-Festa-Junina

Nossa tradicional festa junina explicada em inglês pelo teacher Mick

June 27th, 2011

June Parties, or Festas Juninas as they are known in Brazil, are parties held throughout the month of June to commemorate the saints John, Peter and/or  Anthony (depending on the region). Brought to Brazil by the Portuguese when they colonized the country in the early 1500´s, the parties are a celebration with fireworks, dancing, eating and drinking, costume wearing and games.

June parties are celebrated in many countries around the world. However, they are particularly popular in Christian European countries because of their origin and much of the festivity is dedicated to Saint John the Baptist as he is said to have been born six months before the birth of Christ; hence the traditional ´Feast of Saint John´ on the 24th of June.

The original name of the celebration in Brazil was Festa Joanina (party of little John), but over time the name became Festa Junina (June party) probably as a result of its connections with the month of June.

The parties in Brazil are a mixture of various cultures from around the world, including dances from France and fireworks from China, but also include a ´Brazilian touch´ with a smorgasbord of food and drink, be it corn and peanut sweets, cakes of many types, pastries of all shapes and sizes, popcorn, or a warm glass of Quentão; a traditional wine, fruit and spice mixture similar to Mull wine from England or Sangria from Spain.

The traditional costume for the parties is ´Caipira´, or ´Country´ in English, and the people enjoy square dancing dressed in an assortment of chequered shirts, straw hats, painted freckles and riding boots.

Today, above all, June parties are a great reason for churches, schools, colleges, companies and even families and friends to get together to have some fun and let their hair down. Every weekend during the month you can encounter the Country Music of a Festa Junina close by.

And besides, when have the Brazilians ever needed an excuse for a party… :)

Texto na íntegra extraído do site:
spotoncallan.com.br/2011/06/27/nossa-tradicional-festa-junina-explicada-em-ingles-pelo-teacher-mick/

Origem da Festa Junina 

Existem duas explicações para o termo festa junina, a primeira explica que surgiu em função das festividades que ocorrem durante o mês de junho. Outra versão diz que está festa tem origem em países católicos da Europa e, portanto, seriam em homenagem a São João. No princípio, a festa era chamada de Joanina. De acordo com historiadores, esta festividade foi trazida para o Brasil pelos portugueses, ainda durante o período colonial (época em que o Brasil foi colonizado e governado por Portugal). Nesta época, havia uma grande influência de elementos culturais portugueses, chineses, espanhóis e franceses. Da França veio a dança marcada, característica típica das danças nobres e que, no Brasil, influenciou muito as típicas quadrilhas. Já a tradição de soltar fogos de artifício veio da China, região de onde teria surgido a manipulação da pólvora para a fabricação de fogos. Da península Ibérica teria vindo a dança de fitas, muito comum em Portugal e na Espanha. Todos estes elementos culturais foram, com o passar do tempo, misturando-se aos aspectos culturais dos brasileiros (indígenas, afro-brasileiros e imigrantes europeus) nas diversas regiões do país, tomando características particulares em cada uma delas.

Os Americanos
Oficialmente os Americanos não tem em seu costume ou cultura, a comemoração da “Festa Junina”, existem sim as festas: “Country Party”, “Country Weekly”, que são comemoradas em cidades do interior dos EUA por pessoas (ou grupos) que vivem em fazendas, ou que dependem dela para viver, etc, mas não é uma festa cultural comemorada por todo o país, mas ambas tem a mesma  finalidade: muita diversão e comida. Algumas pessoas aproveitando o tema “Country”, comemoram aniversários com Festas Countries e as decorações são maravilhosas. Observe:

País ocidental cowgirl tabela do partido País ocidental cowgirl partido alimentos 

País festa cowgirl ocidental País ocidental festa cowgirl - cesta de botas

País ocidental partido alimentos País ocidental partido alimentos

País ocidental buffet bebida País ocidental jogos festa

Nova Imagem País ocidental favor de partido - cavalos meias feitas à mão (links para tutorial) 

 

 

Atualmente, alguns brasileiros que residem no exterior, tem realizado Festas Juninas, para relembrar a cultura brasileira, e assim, outras pessoas vão conhecendo nossa Festa Junina brasileira e suas culinárias.

Festas Juninas no Nordeste

Embora sejam comemoradas nos quatro cantos do Brasil, na região Nordeste as festas ganham uma grande expressão. O mês de junho é o momento de se fazer homenagens aos três santos católicos: São João, São Pedro e Santo Antônio. Como é uma região onde a seca é um problema grave, os nordestinos aproveitam as festividades para agradecer as chuvas raras na região, que servem para manter a agricultura.

Além de alegrar o povo da região, as festas representam um importante momento econômico, pois muitos turistas visitam cidades nordestinas para acompanhar os festejos. Hotéis, comércios e clubes aumentam os lucros e geram empregos nestas cidades. Embora a maioria dos visitantes seja de brasileiros, é cada vez mais comum encontrarmos turistas europeus, asiáticos e norte-americanos que chegam ao Brasil para acompanhar de perto estas festas.

Comidas típicas

Como o mês de junho é a época da colheita do milho, grande parte dos doces, bolos e salgados, relacionados às festividades, são feitos deste alimento. Pamonha, cural, milho cozido, canjica, cuzcuz, pipoca, bolo de milho são apenas alguns exemplos. 
Além das receitas com milho, também fazem parte do cardápio desta época: arroz doce, bolo de amendoim, bolo de pinhão, bombocado, broa de fubá, cocada, pé-de-moleque, quentão, vinho quente, batata doce e muito mais.

Tradições

As tradições fazem parte das comemorações. O mês de junho é marcado pelas fogueiras, que servem como centro para a famosa dança de quadrilhas. Os balões também compõem este cenário, embora cada vez mais raros em função das leis que proíbem esta prática, em função dos riscos de incêndio que representam.

No Nordeste, ainda é muito comum a formação dos grupos festeiros. Estes grupos ficam andando e cantando pelas ruas das cidades. Vão passando pelas casas, onde os moradores deixam nas janelas e portas uma grande quantidade de comidas e bebidas para serem degustadas pelos festeiros.

Já na região Sudeste são tradicionais a realização de quermesses. Estas festas populares são realizadas por igrejas, colégios, sindicatos e empresas. Possuem barraquinhas com comidas típicas e jogos para animar os visitantes. A dança da quadrilha, geralmente ocorre durante toda a quermesse.

Como Santo Antônio é considerado o santo casamenteiro, são comuns as simpatias para mulheres solteiras que querem se casar. No dia 13 de junho, as igrejas católicas distribuem o “pãozinho de Santo Antônio”. Diz a tradição que o pão bento deve ser colocado junto aos outros mantimentos da casa, para que nunca ocorra a falta. As mulheres que querem se casar, diz a tradição, devem comer deste pão.

Sources: (Fontes)
Google Imagem
spotoncallan.com.br
suapesquisa.com/musicacultura/historia_festa_junina.htm
chickabug.com/blog/2012/09/country-western-cowgirl-party.html
cerejafestas.blogspot.com.br/2011/08/inspire-se-country-party.html

0 comentários:

Postar um comentário